Ela surge sem aviso prévio e de maneira muito sutil. Com o passar do tempo, vai se intensificando e acaba atrapalhando até na execução de movimentos mais simples. Já sabe de quem estamos falando? A vilã dessa história é a comum e incômoda dor nas articulações.

Isso mesmo, pesquisas apontam que as dores musculares prejudicam a qualidade de vida de 87% das pessoas. E a maioria delas costuma vir acompanhada das terríveis dores articulares. Mas você sabe a diferença entre elas?

Dor Muscular X Dor Articular

Para muitas pessoas, nem sempre é fácil determinar quando uma dor é muscular ou articular. Normalmente, a dor muscular surge após uma lesão em um músculo seja praticando um esporte ou até mesmo em atividades cotidianas. A tensão e o estresse também podem ocasionar esse tipo de dor, uma vez que, quando estamos estressados, produzimos alguns hormônios que enrijecem os músculos, provocando a sensação de dor.

Já a dor articular, quando grave, impede ou compromete parcialmente a realização de um movimento por estar justamente em uma articulação do corpo. Além da dor, é possível apresentar inflamação, queimação e rigidez no local.

Geralmente, as dores nas articulações atingem os cotovelos, joelhos e dedos por serem os ligamentos que sofrem uma maior intensidade de esforços.

cta_marque_uma_consulta

Tratamento da dor nas articulações

Algumas doenças podem desencadear dores nas articulações como a tendinite, a bursite, a artrite reumatoide e a osteoartrite, bastante comum em adultos com mais de 45 anos. Entretanto, outras doenças também podem provocar essas dores, por isso a importância de consultar um Reumatologista. Só por meio de um diagnóstico correto é possível determinar o melhor tratamento.

Entretanto, há formas de amenizar as crises como o uso de compressas de gelo no local, massagens, a indicação de medicamentos prescritos pelo médico e até sessões de fisioterapia.

Prevenção da dor nas articulações

Embora sejam bastante incômodas, as dores articulares podem ser prevenidas ou minimizadas com alguns cuidados diários. Veja os principais!

1. Dê adeus ao sedentarismo

Quem passa muito tempo sentado costuma manifestar mais frequentemente as dores articulares. Por incrível que pareça, movimentar-se é uma das melhores formas de prevenção da doença. O movimento alonga o músculo e lubrifica a articulação, protegendo-a.

Por isso, é importante que quem realiza atividades sentado por longos períodos, de tempos em tempos, levante-se e se movimente.

2. Alongue-se

É comum as pessoas associarem o alongamento à prática de exercícios. E sim, ele é muito importante para isso também, mas, como já abordamos aqui, o fato de se alongar, fortalece as articulações. Logo, essa prática deve ser incorporada ao seu dia a dia.

Adquirir o hábito de se alongar durante o dia, além de auxiliar na prevenção das dores articulares, diminui o seu nível de estresse e contribui para aumentar a sua qualidade de vida.

3. Pratique exercícios

E, por falar em melhorar a sua qualidade de vida, realizar atividades físicas é fundamental. Além de fortalecer músculos, melhorar as articulações e diminuir o estresse, auxilia no controle do peso, diminuindo a sobrecarga nas juntas.

Entretanto, é preciso lembrar que, quem não tem esse hábito ainda, deve começar aos poucos e com atividades de menor impacto como caminhadas, pilates ou hidroginástica. Além do mais, é fundamental acompanhamento tanto médico, quanto de um profissional de educação física. Afinal, você não quer adicionar uma lesão muscular à sua dor articular, não é mesmo?

4. Controle o peso

O excesso de peso traz inúmeras complicações como obesidade, diabetes e hipertensão que podem agravar ainda mais as dores articulares. Por isso, é importante adotar uma alimentação balanceada, com a ingestão de alimentos ricos em vitamina D e cálcio.

Para quem tem muita dificuldade em adotar uma alimentação mais saudável, vale a pena consultar um Nutricionista para manter o prato e o peso equilibrados!

Fique atento, se estiver sentindo dor crônica em mais de uma articulação, procure prontamente um Reumatologista em Jaú. Normalmente, a dor em múltiplas articulações é sinal de uma doença infamatória como a osteoartrite ou a artrite reumatoide.

Este artigo foi útil para você? Quer ver mais conteúdos como este por aqui? Deixe suas críticas ou sugestões para a nossa equipe!

Até breve!
Equipe Médica Rede VIK

 

Whatsapp
Olá 👋
Podemos te ajudar?