Mais frequentes no verão, os casos de dengue têm aumentado drasticamente nos últimos anos. Segundo dados do Ministério da Saúde, em 2018, o país registrou 62 mortes e teve 1659 casos confirmados da doença. Parece muito? Pois no período de um ano esse número já aumentou em 149%. E encabeçando o ranking dos estados com mais registros estão Tocantins, São Paulo, Paraná e Santa Catarina.

Com tantos casos, não é de se espantar que as pessoas andem assustadas com a possibilidade de contrair a doença. Mas são as crianças as que mais sofrem. Como os sintomas iniciais costumam ser muito semelhantes ao de uma gripe, é difícil realizar rapidamente o diagnóstico. Ou pelo menos era até você ler este artigo!

Quer saber como identificar a dengue em crianças? Continue lendo este blogpost e esclareça suas dúvidas!

Sintomas da dengue em crianças

Estima-se que 25% dos casos de dengue tenham ocorrido em menores de 15 anos. Entretanto, como muitos dos sintomas são semelhantes a um resfriado ou uma gastroenterite, muitas vezes acabam passando despercebidos pelos pais. O problema é que as crianças são justamente as mais suscetíveis a complicações.

Por isso, é importante não só ficar atento aos sintomas, mas procurar orientação médica em casos de dúvidas. Veja os principais sintomas:

  • Febre alta;
  • Manchas vermelhas na pele;
  • Sonolência;
  • Apatia e fraqueza muscular;
  • Dor de cabeça;
  • Dor no fundo dos olhos;
  • Falta de apetite;
  • Vômitos;
  • Diarreia ou fezes amolecidas;
  • Sangramentos no nariz ou nas gengivas (principalmente ao escovar os dentes).

cta_marque_uma_consulta

Os bebês também dão alerta

Identificar doenças em menores de dois anos nunca é fácil, afinal os bebês ainda não sabem dizer se estão sentindo dores de cabeça ou no corpo. Mas o choro insistente, normalmente, indica que algo não vai muito bem. Geralmente, crianças pequenas apresentam também dificuldade em respirar.

É fundamental ficar atento ao quadro clínico do bebê com suspeita de dengue, pois a forma mais grave da doença é mais comum entre eles. Na dúvida, procure um Médico Pediatra em Jaú para realizar o diagnóstico.

O diagnóstico de dengue em crianças

Antigamente, era comum as pessoas realizarem o exame para detectar a dengue e o resultado só sair quando já estavam curadas. Entretanto, o impacto da doença tem atingindo tanto a sociedade, que hoje já existem testes capazes de identificar o vírus da dengue em poucas horas.

Esse diagnóstico precoce é fundamental para auxiliar no tratamento, afinal são 4 os sorotipos do vírus. Além do mais, quanto mais cedo se inicia o tratamento, principalmente de crianças, melhores as chances de se evitar os casos mais graves da doença que podem levar à morte.

Outro fator importante é o controle da vigilância epidemiológica. Sabendo onde se concentra o maior número de casos é possível criar políticas públicas de combate ao mosquito transmissor do vírus, o Aedes Aegypti.

Hoje, já é possível encontrar esses testes mais rápidos em postos de saúde do SUS nos municípios com maior incidência da doença. Entretanto, a superlotação pode acarretar em uma longa espera. Nesses casos, há a possibilidade de realizar o exame em laboratórios particulares a preços bem acessíveis.

Quem é de Jaú e região, por exemplo, pode contar com os Laboratórios parceiros da Rede VIK para a realização do exame. Para os pacientes da clínica, o custo costuma ser abaixo de R$100 (março de 2019) e o resultado sai em até 2 horas.

A orientação médica

É importante que os pais fiquem atentos para os sintomas da dengue em crianças. Em casos de febre alta sem motivo aparente em áreas cuja incidência da doença já foi notificada, o melhor a fazer é buscar orientação médica para avaliar o quadro clínico da criança.

E nunca, em hipótese alguma, deve-se medicar a criança por conta própria a fim de evitar complicações mais graves. Consulte um pediatra de confiança e garanta a saúde de seus filhos!

Precisamos saber o que você achou do nosso blogpost de hoje! Este conteúdo foi útil para vc? Por favor, compartilhe suas opiniões em nosso Blog! Comente! Participe!

Até breve!
Equipe Médica Rede VIK

 

Whatsapp
Olá 👋
Podemos te ajudar?