Para muitas mulheres, ir ao Ginecologista pode ser uma tarefa árdua e incômoda. Vergonha, medo e desconforto são queixas frequentes que afastam as mulheres dos consultórios ginecológicos, mas adiar essa consulta pode ser bem mais doloroso.

Consultas regulares ajudam não só a tratar doenças como a preveni-las também. É o caso dos cânceres de colo de útero, de mama e das doenças sexualmente transmissíveis. Mas há outros fatores que indicam que já está na hora de marcar uma nova consulta. Listamos 10 ótimos motivos para você marcar um Ginecologista agora! Confira!

1 – Ciclo menstrual desregulado

Cólicas, atrasos, aumento e até diminuição do fluxo menstrual devem ser investigados por um especialista, pois podem indicar a existência de diversas doenças como ovários policísticos, endometriose e distúrbios da tireoide.

A mudança de contraceptivo ou alterações hormonais também podem alterar o ciclo menstrual. É importante ficar atenta!

2 – Escolha de um método contraceptivo

A gente sabe que existe uma infinidade de métodos contraceptivos de fácil acesso. As famosas pílulas anticoncepcionais, por exemplo, podem ser retiradas gratuitamente nos postos de saúde. Mas nem sempre o método mais convencional é o ideal para você. Para quem é muito esquecida, por exemplo, a pílula pode não ser a melhor escolha.

Por isso, é fundamental consultar um Ginecologista em Jaú antes de escolher um método contraceptivo para chamar de seu! Analisando todo o seu histórico clínico e sua rotina de vida, o médico ajudará a definir um anticoncepcional mais adequado às suas necessidades e, consequentemente, com maior chance de êxito.

3 – Alterações hormonais

Estresse, TPM, gravidez e menopausa podem desencadear alterações hormonais capazes de causar incômodos físicos e psicológicos. Com a orientação de um Ginecologista, esses transtornos podem ser minimizados por meio da reposição ou substituição hormonal.

4 – Corrimento amarelado, mau cheiro ou coceira

Algumas infecções como vaginose, gonorreia, clamídia ou tricomoníase podem ocasionar um corrimento amarelo, esverdeado ou com mau cheiro. Também é comum ter coceira vaginal e dor ao urinar.

Nesses casos, é necessário fazer um exame ginecológico para identificar o micro-organismo causador da infecção e combatê-lo com antibióticos em comprimidos ou pomadas.

5 – Dor ao urinar

Aumento da frequência ou dor ao urinar, dor abdominal e urina turva são alguns dos sintomas de uma infecção urinária. O tratamento geralmente é feito com o uso de antibióticos indicados pelo Ginecologista.

6 – Disfunção sexual

Dores durante o ato sexual, baixa libido e muita dificuldade em atingir o orgasmo são algumas disfunções sexuais que precisam ser investigadas. As causas podem ser psicológicas (como depressão, timidez, ansiedade e estresse) ou físicas (baixa testosterona, diabetes, doenças cardiovasculares, uso de drogas, insuficiência renal crônica, etc). O Ginecologista pode indicar o melhor tratamento a fim de permitir uma vida sexual mais saudável para a paciente.

7 – Caroços na mama

Não é só em outubro, mês de conscientização para a prevenção do câncer de mama, que é preciso estar atenta e realizar o autoexame. A partir dos 40 anos, o médico também poderá solicitar a mamografia para ter certeza de que está tudo bem. Lembre-se de que quanto mais cedo detectar, mais rápido é o tratamento e melhores as chances de cura.

8 – Prevenção contra o Câncer de Colo de Útero

O Câncer de Colo de Útero é o 3º tumor mais frequente na população feminina, mas se detectado inicialmente, as chances de cura podem ser superiores a 95%. O Exame Papanicolau, também conhecido como Preventivo, deve ser feito anualmente para realizar o diagnóstico precoce de alterações (tanto de lesões percursoras quanto invasoras).

9 – Sinais de menopausa

Ondas de calor, tonturas e dores de cabeça, suor noturno e diminuição do fluxo menstrual podem ser sinais de que você está entrando na menopausa. Nesses casos, o seu Médico Ginecologista em Jaú poderá realizar uma reposição hormonal para amenizar esses sintomas.

10 – Feridas | Verrugas

Lesões anais ou vaginais podem indicar alguma doença sexualmente transmissível. Para evitar possíveis complicações, é essencial procurar um Ginecologista o mais rapidamente possível para iniciar um tratamento.

Importante: Marque consultas regulares

Como você pode perceber, uma consulta ginecológica vai além de procurar tratamento para algum incômodo, por meio de exames você pode prevenir ou tratar doenças graves. Por isso, é de fundamental importância para a saúde feminina realizar consultas ao menos semestrais ao Ginecologista.

Quem mora em Jaú ou Região pode contar com o atendimento ginecológico da Rede VIK e agendar suas consultas online através deste link: https://goo.gl/QnfH3J

E nos diga, gostou desse conteúdo? Tem outras dúvidas sobre a Consulta Ginecológica? Comenta aqui com a gente, seja em nossa Clínica Médica ou em nossos canais de atendimento, estamos sempre disponíveis para você!

Até breve!
Equipe Médica Rede VIK

 

Whatsapp
Olá 👋
Podemos te ajudar?