É fácil se lembrar de agendar as consultas do Pediatra com os filhos enquanto eles ainda são bebês. Afinal, são necessárias visitas constantes para garantir o desenvolvimento saudável das crianças. Mas os filhos crescem e, com a adolescência, vem a vergonha ou o preconceito de voltar ao consultório pediátrico. E agora, o que fazer?

Sabemos que unir adolescentes e Pediatras nem sempre é fácil. Por isso, trouxemos o post de hoje para ajudá-la a convencer a garotada de que esse especialista pode ajudar muito no desenvolvimento deles e tirar de vez a ideia de que Pediatra é médico de bebê.

Quer saber mais? Acompanhe a leitura desse artigo!

Pediatra não é médico só de bebê

Certamente, se você tem filhos adolescentes já ouviu deles que estão muito crescidos para ir ao Pediatra. E muitos até acabam convencendo os pais de que esse especialista não é mais o indicado para sua faixa etária. Um grande engano!

De acordo com a SBP — Sociedade Brasileira de Pediatria — esse especialista é o mais indicado para acompanhar os pacientes desde o último trimestre da gravidez até os 20 anos de idade incompletos.

O grande problema é que, como a frequência das consultas vai diminuindo após o nascimento, muitos pais acabam por reduzir a vigilância com a saúde dos filhos. Assim, acabam por não acompanharem o desenvolvimento das crianças de forma adequada e o contato com consultórios médicos passa a acontecer nas salas de emergência.

A adolescência é um período de mudanças

Vamos pensar: se no primeiro ano de vida, a criança precisa ser acompanhada pelo Pediatra devido às rápidas mudanças pela qual o seu organismo passa e, que muitas vezes, os pais desconhecem, por que negligenciar essa vigilância durante a adolescência? Afinal, essa é uma fase de mudanças intensas na vida da criança, não só físicas como psicológicas.

Segundo os especialistas, há algumas fases mais críticas em que a saúde dos adolescentes deve ser avaliada: dos 11 aos 13 anos, aos 15 anos e entre os 17 e 18 anos.

cta_marque_uma_consulta

Sinais que é hora de o adolescente visitar o Pediatra

Além de um suporte a questões emocionais e psicológicas, o Médico Pediatra é o mais indicado a monitorar alguns problemas mais recorrentes dessa fase da vida, como:

  • problemas do crescimento: é comum que os pais se preocupem com o filho que acaba não atingindo a média de altura dos colegas de sala de aula. E muitos acreditam que seja necessário um tratamento com “o hormônio do crescimento”, embora na maioria dos casos seja desnecessário. As chamadas dores do crescimento também tiram o sono de alguns pais e filho e, por isso, é importante ser acompanhada por um Pediatra;
  • acne: um dos problemas mais temidos dos adolescentes e comum a grande maioria deles. Certamente, você está pensando: mas não seria o caso de levar meu filho a um dermatologista? Acredite, quem melhor que o seu Médico Pediatra de Jaú para saber o histórico médico do seu filho e por quais problemas ele possa estar passando? Claro que, se houver necessidade, o especialista indicará um tratamento dermatológico;
  • gripes e resfriados: adolescentes costumam ter até 2 gripes ao ano. Mas quando esses resfriados ficam mais frequentes, pode ser sinal de uma baixa imunidade e precisa ser avaliada mais a fundo;
  • distúrbios alimentares: a adolescência é um período de intensa mudança corpórea, além disso há uma grande cobrança da nossa sociedade a adequação de padrões de beleza que podem levar a insegurança, baixa estima e até distúrbios alimentares;
  • menstruação: as meninas muitas vezes têm vergonha de se consultarem com a Ginecologista. O melhor caminho é fazer a transição de forma gradativa com a Pediatra orientando sobre esse período e indicando o acompanhamento ginecológico;
  • dúvidas sobre sexo: é comum que os adolescentes tenham curiosidade sobre o assunto, principalmente na sociedade atual, em que são bombardeados com informações e estímulos. É importante manter um diálogo franco com o seu filho e deixar que ele possa esclarecer suas dúvidas com um médico ao invés de acreditar em tudo que falam por aí.

Converse com seu filho sobre Adolescentes e Pediatra

É muito importante que seu filho perceba que pode contar com você sempre que precisar, por isso, mantenha um diálogo saudável com ele. A adolescência é um período novo, são muitas descobertas e receios. É uma fase em que os amigos costumam ser as maiores referências. Daí, a importância de um Pediatra também como orientador de pais e filhos.

Mas para isso é preciso que você busque um Médico Pediatra em Jaú da sua confiança e que esteja preparado para atender seu filho nas questões físicas e também psicológicas e hormonais. Quer saber quanto custa em média uma consulta pediátrica? Nós te contamos num outro post! Vem ver!

Até a próxima!
Equipe Médica Rede VIK

 

Whatsapp
Olá 👋
Podemos te ajudar?