Especialidades

Infectologia

A infectologia é a especialidade médica responsável pelo estudo, diagnóstico e tratamento de doenças infecciosas e parasitárias, sejam estas causadas por vírus, bactérias, fungos, protozoários ou outros microrganismos.

O infectologista é também responsável pela prevenção de infecções através da vacinação e possui conhecimentos aprofundados sobre antivirais, antibióticos, antifúngicos e antiparasitários.

O especialista pode também se aprofundar em temas específicos como AIDS, hepatites e outras infecções.

Conheça abaixo algumas doenças tratadas pelo especialista:

AIDS

Causada pelo vírus da imunodeficiência humana, a AIDS é considerada uma doença crônica que ataca o sistema imunológico. 

Apesar de não haver cura definitiva, com o avanço dos tratamentos e pesquisas na área, é possível chegar a uma taxa viral muito baixa nos pacientes, conferindo qualidade de vida superior, desde que seja realizado o tratamento e acompanhamento corretamente.

A AIDS é causada pelo vírus HIV, mas isso não significa que quem possui o vírus desenvolverá a doença, podendo passar a vida inteira sem apresentar qualquer sintoma da doença. Entretanto, é necessário ficar atento pois mesmo sem o desenvolvimento da doença, é possível transmitir o vírus para outras pessoas.

Sua principal forma de transmissão é pela atividade sexual desprotegida, por isso a importância do uso dos preservativos.

Hepatites

As hepatites são inflamações que acometem o fígado e podem ser classificadas como hepatite A, hepatite B, hepatite C, hepatite D, hepatite E e hepatite G. As causas da doença são variadas: vírus, remédios, consumo de álcool e demais drogas, doenças autoimunes, metabólicas e genéticas.

Cansaço, olhos e pele amarelados e urina escura, são alguns dos sintomas das hepatites.

A hepatite pode ser transmitida através do contato com as fezes da pessoa infectada, transfusão sanguínea e por ser uma DST, pode ser transmitida pela relação sexual.

Sífilis

A sífilis é uma DST (doença sexualmente transmissível) que se manifesta em três estágios, os dois primeiros com sintomas mais evidentes e risco de transmissão maior. O terceiro estágio ocorre após um período assintomático e causa complicações graves como cegueira, paralisia, doença cardíaca, transtornos mentais e até a morte.

É preciso ficar atento aos sintomas e ao primeiro sinal de irregularidade nos órgãos sexuais, procurar um especialista.

Ao sinal de qualquer irregularidade, ou se sentir necessidade de se consultar com um médico infectologista em Jaú, agende uma consulta na Rede VIK.

Open chat