Pneumologista


O Médico Pneumologista possui especialização para lidar com prevenção e tratamento das doenças pulmonares e também de um segmento que está ligado à área do Otorrinolaringologista, que são as vias aéreas. Porém, no caso do Pneumologista além das vias aéreas, o trabalho estende-se pelo sistema respiratório e abrange traqueia, brônquios e todos os demais órgãos que compõem o sistema.

Se não bastassem as doenças respiratórias hereditárias, as pessoas estão fadadas a desenvolver outros problemas devido à má qualidade do ar. As consequências do maior trânsito de veículos automotores nas cidades, não se resume ao elevado custo com o tratamento necessário para abrandar as doenças, mas a própria patologia cria incapacidades para a pessoa que a desenvolve. Conheça algumas enfermidades que causam prejuízos aos pulmões e ao aparelho respiratório:

Tuberculose

A Tuberculose é transmitida por uma bactéria chamada bacilo Koch, que ataca os pulmões. A Tuberculose é uma doença antiga, mas embora haja esforços para erradicar a doença, a bactéria continua a fazer muitas vítimas. Existe tratamento para a doença, mas o contágio ainda continua prevalecendo. A epidemia está controlada, principalmente depois que as crianças recém-nascidas passaram a ser vacinadas, a vacina é a que conhecemos pela sigla BCG.

Estudos estimam que um terço da população mundial tenha sido infectada, porém a doença só se desenvolverá em indivíduos com baixa imunidade ou em péssimas condições de vida. Principalmente nesses casos, existem evidências de mortes.

Asma

Outra doença que atinge uma população enorme é a Asma. No Brasil, 6,4 milhões de pessoas enfrentam a Asma. As mulheres são as que mais adoecem. É uma doença crônica que compromete as vias respiratórias e o pulmão. Também é frequente na fase da infância, apresenta melhora à medida que o indivíduo vai crescendo porque acontece o desenvolvimento do sistema imunológico.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), 300 milhões de pessoas em todo o mundo padecem com a asma.

Quem tem Asma sofre porque os brônquios são muito mais sensíveis do que das pessoas que não tem a doença. Por isso, ao estarem expostos a frio, fumaça, ácaros, fungos entre outros agentes estimuladores, os brônquios reagem bruscamente e a consequência é falta de ar, tosse seca, ruído no peito etc.

Na lista das patologias evitáveis existem aquelas que são causadas pelo consumo do tabaco. Segundo o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), o tabaco e os produtos derivados dele são responsáveis por 50 doenças diferentes, sendo que 85% das mortes são causadas por Bronquite e Enfisema.

Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC)

Enfisema Pulmonar

A Enfisema Pulmonar está lotando de doentes qualquer Clínica de Pneumologia, porque trata-se da destruição dos tecidos do pulmão. Quanto mais os indivíduos fumam, mais danos vão causando aos tecidos. Pode até demorar algum tempo para que a doença se manifeste, porém, quando tem início o doente sente falta de ar, quanto mais avança compromete a qualidade de vida do doente. Atividades simples vão se tornando muito difíceis de serem desempenhadas, por conta da falta de ar.

Pneumonia

A Pneumonia é a infecção nos pulmões, mas também pode afetar os alvéolos pulmonares. A Pneumonia não é uma doença transmissível. Os sintomas são febre, tosse, cansaço, falta de ar e outros, e no início são confundidos com os de um resfriado.

Em caso de problemas respiratórios, entre em contato com nosso Pneumologista em Jaú pelo telefone (14) 3416.3030. Cuide-se sempre!

Estamos te aguardando!

Até breve,
Equipe Médica Rede VIK | Saúde Familiar

Marque sua Consulta